terça-feira, 31 de maio de 2016

Cinco linhas de ônibus metropolitanos são integrados ao metrô de Salvador

Os baianos que diariamente circulam entre os municípios da Região Metropolitana e Salvador agora têm mais opções para fazer o trajeto da BR-324 até a Lapa

30/05/2016 - Tribuna da Bahia

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Os baianos que diariamente circulam entre os municípios da Região Metropolitana e Salvador agora têm mais opções para fazer o trajeto da BR-324 até a Lapa. Desde o último domingo (29/5), mais cinco linhas de ônibus metropolitanos já fazem a integração com o metrô na Estação Retiro.

Agora, o passageiro que optar por usar os dois meios de transporte paga apenas uma passagem utilizando o metropasse ou o cartão do metrô, bilhete válido por até três horas e que também contempla os estudantes, que pagam meia. Com as novas rotas, já são nove linhas metropolitanas que seguiriam até a Lapa e agora fazem a parada no Retiro, oferecendo a opção ao passageiro.

Até 1º de julho, as linhas que têm como destino final a Estação da Lapa seguirão fazendo o roteiro até o Centro.  Já partir do dia 2 de julho, os ônibus circularão somente até o Terminal do Retiro, e os passageiros terão que fazer a conexão com o metrô para chegar à Lapa.

Além de dar mais conforto e reduzir o tempo que o passageiro levaria

 em engarrafamentos, por exemplo, a progressão da integração retira de circulação certa quantidade de ônibus no Centro da cidade, o que facilita a mobilidade e melhora o trânsito em Salvador.

Para quem tiver dúvidas de como funciona o sistema, cartazes foram espalhados pela estação e, no Retiro, funcionários da CCR, concessionária responsável pela administração do metrô, dão informações aos usuários.

Segundo a superintendente de Mobilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), Grace Gomes, esse é um período de adaptação e de aprovação do sistema pelos usuários.

“Primeiro os passageiros precisam saber que para pagar apenas um valor de passagem é preciso ter o metropasse ou o cartão do metrô. Não é necessário adquirir os dois. Em função disso, como é uma novidade, existe esse prazo até julho para que o usuário se acostume a utilizar o cartão. A ideia é espalhar os pontos de venda do metropasse nas cidades e também com os cobradores, mas isso depende das empresas de ônibus”, explicou a superintendente. Nas estações de metrô, todas já oferecem o cartão, sem custo para o usuário e com uma carga mínima de R$ 5.

Nesta segunda-feira (30/5), primeiro dia útil após a mudança, muita gente já estava aprovando a facilidade e a vantagem de pagar apenas um bilhete pelos dois meios de transporte. A agente de viagens Eliane Brito, que mora em Simões Filho e trabalha na capital baiana, já utiliza a integração com o metrô e comemora a medida.

“Ficou muito mais fácil porque, para mim, é mais confortável, gasto menos tempo no engarrafamento e ainda preciso andar menos para o trabalho. Vou continuar usando todos os dias”, afirmou.
Linhas integradas

Inicialmente, a integração funcionava para quatro linhas de ônibus: 869I Barra-Simões Filho, 826A Góes Calmon-Estação Aquidabã, 872 Ilha de São João-Estação Rodoviária e 875 Areia Branca -Terminal Retiro.

Com a operação que começou nesse domingo (29/5), foram incluídas outras cinco rotas: 803A2 Nova Dias D’Ávila–Estação Aquidabã, 861 Mata de São João-Estação Aquidabã, 805A Madre de Deus-Estação Aquidabã, 800A Camaçari-Estação Aquidabã e 809 Candeias-Estação Aquidabã.

Para o gestor de arrecadação da CCR, Júlio Farias, o metrô, à medida que avança na cobertura da cidade, muda a cara da mobilidade de Salvador para melhor.

“O metrô é uma opção a mais para o usuário, rápida, segura e confiável. Não tenho dúvidas de que operações como essa vão trazer uma mudança muito grande com o passar do tempo para o soteropolitano. Esse é o processo de convencimento, de experimentação, e assim as pessoas passam a entender que pode ser um meio de transporte interessante para elas”, disse.

domingo, 29 de maio de 2016

Integração de ônibus metropolitano com metrô será ampliada a partir de domingo (29/05/2016)

28/5/2016 - R7

Passageiro que fizer a integração entre dois sistemas, em até três horas, pagará uma passagem
  

Integração Metrô estação do retiro
Foto: Daniele Rodrigues

A partir deste domingo (29), todas as linhas de ônibus da Região Metropolitana de Salvador com destino à Lapa, que chegam à capital baiana via BR-324, estarão integradas ao metrô no terminal do Retiro.

O passageiro que fizer a integração entre os dois sistemas por meio dessas linhas, em até três horas, pagará apenas uma passagem.

No mesmo dia, começa a valer a interoperabilidade dos cartões, ou seja, o Metropasse dará acesso ao metrô e o cartão do metrô será aceito nos ônibus metropolitanos.

Para facilitar a identificação das linhas cadastradas, os passageiros devem procurar por veículos identificados com um adesivo no para-brisa, indicando que aquele ônibus participa do novo sistema.

Já no metrô, o usuário pode embarcar em qualquer estação e depois pegar o coletivo cadastrado. O benefício vale para quem vai de ônibus metropolitano para o metrô e vice-versa.

Os cartões Metropasse e do metrô devem ser adquiridos nos postos de vendas das respectivas operadoras, a Abemtro (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário do Estado da Bahia) e a CCR Metrô Bahia. Os cartões e créditos da CCR Metrô Bahia devem ser adquiridos nas bilheterias das estações do metrô.

http://noticias.r7.com/bahia/integracao-de-onibus-metropolitano-com-metro-sera-ampliada-a-partir-de-domingo-29-28052016

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Metrô de Salvador tem mais 5 trens e amplia o horário de funcionamento

14/05/2016 - Tribuna da Bahia

O Metrô de Salvador funcionará das 5h à meia-noite, todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados, a partir deste domingo (15/5). No mesmo dia, cinco novos trens serão incluídos à frota, reduzindo o intervalo entre os trens para 6 minutos nos horários de pico dos dias úteis. O usuário levará 17 minutos de Lapa até Pirajá.

Com a ampliação do horário e com os novos trens, o metrô passará a atender também os usuários que dependem de transporte público noturno, seja para trabalho, estudo ou lazer, mantendo a qualidade do nosso padrão de atendimento ao usuário, com segurança e conforto.

O metrô já transportou mais de 15 milhões de passageiros desde o início da operação assistida há quase dois anos e tem capacidade para atender 300 mil usuários por dia útil com o horário ampliado.

Com a inclusão dos novos trens no sistema, o intervalo entre os trens cairá para 6 minutos nos horários de pico e 8 minutos no horário regular nos dias úteis, e até 10 minutos nos sábados, domingos e feriados. Quando a Linha 2 estiver concluída esse intervalo poderá reduzir a três minutos.

Cinco novos trens serão incorporados à frota atual, totalizando onze composições. Os novos trens são fabricados no Brasil pela Hyundai Rotem e têm ar-condicionado em todos os carros, portas de embarque/desembarque mais largas, sistemas de vídeo (câmeras de vigilância), passagem livre entre carros (gangway), sistema de informação aos passageiros por meio de monitores do tipo LCD; sistema de vídeo para comunicação com o usuário (veiculação de publicidade e informações institucionais).

Cada novo trem conta com 202 assentos acolchoados e a capacidade máxima aproximada de lotação é de 1.000 lugares, se somados com os passageiros em pé, a exemplo dos trens atuais. Cerca de 12% do total de assentos em cada carro será destinado aos usuários preferenciais (idosos, gestantes e pessoas com deficiência). Haverá dois espaços para cadeirantes por trem, perfeitamente identificados – segue a mesma configuração do trem atualmente em circulação.

Cada trem tem 22 câmeras embarcadas nos carros, com transmissão em tempo real para o CCO. Dessas câmeras, duas são externas nas extremidades, para visualização da via e das estações, pelo Centro de Controle; e mais uma câmera no interior de cada cabine de comando, nas extremidades dos trens.

Até 2017, a CCR Metrô Bahia terá 34 novos trens de 4 carros cada, totalizando 40 composições. Já se encontram em Salvador 12 novos trens no Pátio Pirajá, dos quais cinco entrarão em operação a partir deste domingo, dia 15/05, e os outros estão em processo de testes. Quando a Linha 2 estiver em operação, o intervalo entre os trens pode ser reduzido para três minutos.